II Jornadas Galego-portuguesas de Ediçom Independente

No Porto, de 2 a 10 de Março · Em Compostela, de 14 a 18 deste mês

Terça, 01 Março 2011 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Depois do êxito das I Jornadas Galegas de Ediçom Independente, Estaleiro Editora e Corsárias decidírom ampliar a organizaçom à outra beira do Minho. Este ano 2011, junto com os projectos irmaos Gato Vadio, Casa Viva e Colectivo Hipátia, vam-se celebrar as II Jornadas Galego-portuguesas de Ediçom Independente, com atividades em Portugal e na Galiza durante a primeira quinzena do mês.

No Porto, as apresentações, palestras e debates terám lugar de 2 a 10 de Março entre a ESMAE, o Gato Vadio e a Casa Viva. As mesas redondas em Compostela desenvolverám-se de 14 a 18 de Março, todas às 19:00 h. na Biblioteca Ánxel Casal (Avda. de Joám XXIII).

As jornadas começarám no 2 de Março na ESMAE (Porto) com umha palestra do intelectual galego Carlos Taibo. Nela, o professor da Universidade Autónoma de Madrid exporá as novidosas ideias em contra do fundamentalismo do crescimento económico que analisa no seu último livro "Decrescimento, Crise, Capitalismo" editado por Estaleiro Editora. Após 16 dias de actividades, as II Jornadas Galego-portuguesas de Ediçom Independente finalizarám com um recital poético-musical que se celebrará na sexta-feira 18 de Março, às 22h00, no Bar As Duas (pr. da Oliveira, Compostela).

Com estas II Jornadas de Ediçom Independente, Gato Vadio, Casa Viva, Colectivo Hipátia, Corsárias eEstaleiro Editora visam tecer umha rede entre os projectos alternativos das duas beiras do Minho. Pois tenhem a certeza de que a colaboraçom entre os nossos povos, felizmente unidos por umha mesma língua, há de trazer magníficos frutos, como de facto já o som estas jornadas.

A seguir o programa completo.

PORTO (de 2 a 10 de Março):

2 de Março, quarta-feira

18h | ESMAE (Rua da Alegria 503)

Decrescimento, Crise, Capitalismo

Palestra e Debate com Carlos Taibo (Prof. U. Autónoma de Madrid/Ensaísta)

3 de Março, quinta-feira

18h | ESMAE (Rua da Alegria 503)

O Estado de Excepção não-declarado

+ Controlo Social e Criminalização

Com Rui Pereira (Jornalista/Professor)

+ Painel de Testemunhos

21h30 | Gato Vadio (Rua do Rosário 281)

Sementes Livres, Transgénicos e o Monopólio da Indústria Agro-alimentar

Debate com Margarida Silva (prof./investigadora), João Torres (biólogo/investigador), Colher para Semear (Projecto banco de Sementes)

4 de Março, sexta-feira

21h30 | Gato Vadio (Rua do Rosário 281)

Editoras: Independentes porquê? Porque fecham, porque resistem…

Mesa-redonda e debate

Painel com: Júlio Henriques, Deriva Ed., Ed. Mortas, Via Óptima, Ed. Antipáticas, Estaleiro Editora, Mula, Oficina do Cego, Oficina Arara

5 de Março, sábado

14h | Jardins do Palácio de Cristal

Ritmos de Resistência

Ensaio Público

15h | Gato Vadio (Rua do Rosário 281)

Projecto Indymedia

15h30 | Gato Vadio

Oficina de Fanzines: Como fazer uma zine? (1ª parte)

17h00 | Gato Vadio

O que é uma crítica dos media? Oficina de autodefesa

Com Rui Pereira (Jornalista/Professor)

19h00 | Casa Viva (Praça do Marquês de Pombal, 167)

Concerto com Ataque Escampe (Galiza)

6 de Março, domingo

15h | Gato Vadio (Rua do Rosário 281)

«Ser ecológico» numa era pós-industrial e em plena globalização

Oficina com Pedro Jorge Pereira (activista e formador eco-social)

17h | Gato Vadio

Ritmos de Resistência | PROJECTO + DOC

17h30 | Gato Vadio

Oficina de Fanzines: Como fazer uma zine? (2ª parte)

10 de Março, quinta-feira

21h30 | Gato Vadio (Rua do Rosário 281)

A música portuguesa e galega o Zeca e a Galiza

Música ao vivo com Xico de Carinho e Ana Ribeiro

Organização: AJA-Norte

 

COMPOSTELA (de 14 a 18 de Março):

Às 19:00 na Biblioteca Ánxel Casal

14 de Março, segunda-feira

Na Galiza em Galego!

A situação dos meios de comunicação nacionais a debate:

Comba Campoy (Tempos Novos), Marcos Pérez Pena (jornalista), Xoán R. Sampedro (Novas da Galiza), Gerardo Rodrigues (Portal Galego da Língua)

15 de Março, terça-feira

Estado de excepção normalizado.

A restrição dos direitos civis na ofensiva ultraliberal:

Borxa Colmenero (Ceivar), José A. Brandariz (Esculca), Miguel Fernández (Foro galego da imigración), Sandra Garrido (PreSOS), Rui Pereira (jornalista, Universidade do Minho).

16 de Março, quarta-feira

Pensamento à margem.

O conhecimento para a transformação social: Maria do Cebreiro Rábade Vilar (teórica da literatura), Tareixa Ledo Regal (socióloga), Marcial Gondar Portasany (antropólogo), Francisco Sampedro (filósofo)

17 de Março, quinta-feira

As caras da crise.

Movermo-nos politicamente num momento de resistência social: Laura Bugalho (CIG), Carme Freire (SLG), David Rodríguez (Fonambulista Coxo), Antom Santos (Escola Popular Galega)

18 de Março, sexta-feira | 22h00 | Bar As Duas

Encerramento jornadas

Festaleiro Corsário Vadio.

Recital poético-musical Copyleft

 

Mais info: